Ancelotti é alvo de críticas por erros do Real Madrid

quarta-feira, 4 de março de 2015 11:15 BRT
 

Por Tim Hanlon

BARCELONA (Reuters) - Com o ataque do Real Madrid perdendo potência e o time falhando em jogos cruciais, as críticas começaram a atingir rapidamente o treinador do clube, Carlo Ancelotti.

O nível de expectativa no estádio Santiago Bernabéu é tão alto que ganhar a cobiçada Liga dos Campeões pela décima vez na temporada passada, e alcançar o recorde de 22 vitórias seguidas antes do Natal, não serviram para blindar o italiano.

O clube está em primeiro na tabela do Campeonato Espanhol, dois pontos à frente do segundo colocado, e bem posicionado para progredir para as quartas de final da Liga dos Campeões, por conta do 2 x 0 em cima do Schalke 04 na primeira partida, mas o time não está jogando com a mesma vontade que possuía anteriormente.

Os torcedores e a mídia de Madri têm sido duros nas críticas, que colocam um significado extra no clássico contra o Barcelona neste mês.

Durante a série de 22 vitórias seguidas, a média era de mais de três gols por jogo; agora, foram 24 gols nas últimas 13 partidas.

Cristiano Ronaldo não tem conseguido manter o nível sensacional do começo da temporada e tem modestos sete gols em 2015, enquanto Karim Benzema tem cinco e Gareth Bale, três. O total combinado dos três jogadores é o mesmo que de Lionel Messi no Barcelona.

A falta de rotação do elenco prejudicou os jogadores, em especial Toni Kroos, que aparenta cansaço. Kroos, em sua primeira temporada desde a transferência do Bayern de Munique, foi pego de surpresa pela expectativa no novo clube.

"O clube ganhou um número inacreditável de troféus e ainda tem um time de grande qualidade com jogadores de alta classe. Eu acho que isso que torna o Real Madrid tão interessante", disse o meia alemão.

Ancelotti foi prejudicado por conta de lesões em seus jogadores, mas tem esperança de ter o meia Luka Modrić em tempo para o duelo contra o Barcelona, em 22 de março, no Camp Nou.

Se o presidente do clube, Florentino Pérez, realmente der um ultimato, com rumores de que estaria abrindo caminho para o técnico da base e ex-jogador do clube Zinedine Zidane assumir o comando da equipe, não haveria falta de clubes para Ancelotti, com o Manchester City liderando a fila pelo técnico.

 
Técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, em Gelsenkirchen. 18/02/2015 REUTERS/Ina Fassbender