Mais fácil bater Blatter com um candidato só, diz dirigente holandês

sábado, 7 de março de 2015 12:57 BRT
 

AMSTERDÃ (Reuters) - O presidente da Federação Holandesa de Futebol, Michael van Praag, acredita que ele e o ex-jogador da seleção portuguesa Luis Figo não têm chances de vencer Sepp Blatter nas eleições para a presidência da Fifa se os dois mantiverem suas candidaturas contra o suíço.

“Isso é o que penso e (o presidente da Uefa) Michel Platini também”, disse Van Praag ao jornal holandês “De Telegraaf”, neste sábado. “O que Figo pensa sobre isso eu não sei, mas seria muito melhor para a Europa se apresentássemos uma candidatura.”

Previsivelmente, Van Praag afirmou que ele é a melhor opção.

“Figo é mais fotogênico. Todos os presidentes das federações sul-americanas querem tirar uma foto com ele. Mas eles não queriam dizer se votariam nele”, disse o holandês após retornar do congresso da Conmebol, no Paraguai, esta semana.

Ambos estavam fazendo lobby pelo apoio para a eleição, no final de maio, quando disputam com Blatter e o príncipe jordaniano Ali bin Al-Hussein, outro aliado de Platini.

Van Praag e Figo, ex-jogador do Barcelona e do Real Madrid, dividem ideias semelhantes no que se refere a como reformar a entidade que governa o futebol mundial, mas eles diferem ligeiramente sobre como alocar a subvenção anual para as 209 associações afiliadas à Fifa, disse o holandês.

Van Praag manteve sua crítica a respeito da forma perdulária de Blatter, que viajou de helicóptero para almoçar com o presidente uruguaio, Horacio Cartes, após o congresso em Assunção.

"Por que Sepp Blatter deve que viajar à América do Sul em um jato privado quando há boas conexões aéreas entre a Europa e a América do Sul?"

(Reportagem de Mark Glesson)