7 de Março de 2015 / às 19:09 / 2 anos atrás

Kane marca duas vezes e Tottenham afunda o Queens Park Rangers

LONDRES (Reuters) - Harry Kane marcou duas vezes e o Tottenham Hotspur bateu o Queens Park Rangers por 2 x 1 neste sábado pelo Campeonato Inglês, o que aumentou as esperanças do time de terminar entre os quatro primeiros colocados e deixou o seu rival de Londres com uma difícil batalha pela frente para evitar o rebaixamento.

O QPR se apresentou bem no início do jogo no Loftus Road, mas Kane continuou sua impressionante série de gols nos últimos cinco clássicos de Londres pelo Inglês e colocou os Spurs na frente.

Kane fez o segundo depois do intervalo sob o olhar do técnico da seleção da Inglaterra, Roy Hodgson, antes de o meio-campista Sandro, ex-Tottenham, descontar para o QPR.

Os Spurs resistiram a um ataque final e garantiram a vitória, que levou o time ao sexto lugar, com 50 pontos – três atrás do quarto colocado Manchester United.

O QPR continua em 18º lugar, com 22 pontos, três atrás do Aston Villa.

"Foi uma grande vitória, parece que estamos sempre vencendo por 2 x 1", disse Kane à BBC.

“Há muitas equipes boas lá em cima (competindo pelas quatro primeiras colocações) e quem conseguir uma série boa ficará lá", acrescentou.

Os goleiros dos dois times tiveram de entrar em ação logo no início da partida, com Hugo Lloris mandando sobre o travessão uma cabeçada de Bobby Zamora antes de Rob Green fazer uma bela defesa para impedir um gol de Kane.

Charlie Austin mandou uma bola na trave enquanto o QPR aumentava a pressão sobre o adversário, mas os Spurs assumiram a liderança da partida quando Kane completou de cabeça uma cobrança de falta de Andros Townsend.

O QPR pediu um pênalti no final do primeiro tempo, quando Lloris pareceu atingir Mauricio dentro da área.

Mas Kane fez seu 16º gol no Campeonato Inglês na temporada para ampliar a vantagem dos Spurs aos 23 minutos do segundo tempo, quando recebeu passe de Ryan Mason e disparou para a rede.

O QPR também não ganhou outro possível pênalti nos momentos finais da partida, quando uma bola de cabeça de Steven Caulker pareceu tocar na mão de Nabil Bentaleb.

Por Michael Hann

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below