Murray comanda Grã-Bretanha em vitória sobre os EUA na Davis

domingo, 8 de março de 2015 14:52 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Pelo segundo ano seguido, Andy Murray comandou a Grã-Bretanha em uma vitória de primeira rodada de Copa Davis sobre os Estados Unidos, ao vencer neste domingo, em Glasgow, o tenista John Isner por 3 sets a 0, parciais de 7-6(4) 6-3 e 7-6(4).

Apoiado por uma torcida fanática, o ex-campeão de Wimbledon sobreviveu a alguns apuros diante do grande sacador norte-americano no começo da partida, mas tomou as rédeas do jogo e levou a Grã-Bretanha a uma vitória por 3 a 1 na série.

Nas quartas de final, os britânicos enfrentarão em casa a França, que eliminou a Alemanha já no sábado.

"A semana toda foi incrível. Estar nas quartas de final pela segunda vez consecutiva é responsabilidade de todo mundo", disse o número cinco do mundo, empolgado por jogar diante do público escocês. 

"Todo mundo estava pensando que seria fácil o jogo contra John pois ele estaria cansado, mas isso colocou mais pressão em mim e eu definitivamente senti isso."

Isner, batido em cinco sets pelo número dois britânico James Ward na sexta-feira, teve três set points no primeiro set neste domingo, mas não conseguiu converter nenhum, e apesar de resistir bravamente no terceiro set ele não conseguiu manter os EUA, ganhadores de 32 Copas Davis, vivos na disputa.

A Itália, que havia vencido a Grã-Bretanha nas quartas do último ano, caiu para o Cazaquistão em Astana, com Aleksandr Nedovyesov, apenas o 130 melhor ranqueado, vencendo o número 22 do mundo Fabio Fognini em cinco sets para selar a vitória em 3 a 2 para os cazaques.

O Cazaquistão agora viaja para enfrentar os tenistas da outrora peso pesado da Copa Davis, a Austrália, que venceu a República Tcheca, campeã de 2012 e 2013, por 3 a 1, em Ostrava -- Bernard Tomic definiu a série com uma impressionante vitória por 7-6(4) 6-3 e 7-6(5) sobre Lukas Rosol neste domingo.

A Austrália alcançou as quartas pela primeira vez desde 2006.    Continuação...