Di María ainda pode levar o Manchester United ao sucesso, diz Giggs

segunda-feira, 9 de março de 2015 10:06 BRT
 

LONDRES (Reuters) - Ángel Di María, cujo forma decaiu desde sua transferência do Real Madrid para o Manchester United, ainda pode ter um papel importante na luta do clube inglês por sucesso nesta temporada, de acordo com o assistente técnico Ryan Giggs.

O argentino de 27 anos se tornou o jogador mais caro contratado por um clube britânico quando se juntou ao United por 90,3 milhões de dólares no último ano, mas, após marcar três vezes em suas primeiras cinco partidas da Liga Inglesa, o jogador não balançou mais as redes desde janeiro.

"Ele é um jogador de qualidade e vamos esperar que ele produza, porque agora é jogo importante atrás de jogo importante", disse Giggs, antes de o United jogar contra o atual campeão Arsenal nas quartas de final da Copa da Inglaterra, nesta segunda-feira.

"Jogadores se adaptam a ligas diferentes, algumas vezes rápido e às vezes demora mais um pouco..., ele teve um começo muito bom na temporada, mas com jogadores que correm riscos e que ganham jogos, é sempre difícil ser consistente porque eles vão tentar coisas que os outros jogadores não vão fazer", completou Giggs.

Enquanto as coisas em campo não estão indo bem para o argentino, estão piores ainda fora dele.

A casa de 4 milhões de libras que estava alugando foi atacada por ladrões em janeiro, que tentaram derrubar a porta enquanto o jogador e sua família estavam comendo.

Os ladrões fugiram de mãos vazias após o ativamento do sistema de alarme.

Di María e sua família foram para um hotel de luxo após o incidente, com segurança 24 horas, e a casa foi colocada à venda pelo dono na última semana.

O Manchester United, quarto colocado no Campeonato Inglês, encara uma série de partidas difíceis enquanto tenta se classificar para a Liga dos Campeões.

Após a partida contra o Arsenal pela Copa, o time joga contra o Totthenham Hotspur, Liverpool, Aston Villa, Manchester City e Chelsea.

(Reportagem de Mike Collett)

 
Ángel Di María durante partida contra o West Bromwich. 20/10/2014  October 20, 2014.  REUTERS/Stefan Wermuth