15 de Março de 2015 / às 13:32 / em 3 anos

Hamilton vence GP da Austrália, o primeiro do ano; Felipe Nasr chega em quinto

MELBOURNE (Reuters) - Lewis Hamilton começou a defesa do seu título mundial com o pé direito ao conferir uma vitória arrasadora à Mercedes na primeira corrida da temporada da F1, o Grande Prêmio da Austrália, neste domingo.

Hamilton largou na pole position de um grid reduzido a apenas 15 carros de 20 possíveis, e teve uma vitória fácil, a 34ª de sua carreira, colocando 1.3s de distância sobre o vice-líder da prova, seu companheiro de escuderia Nico Rosberg.

Com a Mercedes passeando, Sebastian Vettel terminou em terceiro --34 segundos atrás de Hamilton-- em sua estreia na Ferrari após vencer a batalha pelo pódio com o brasileiro Felipe Massa, da Williams.

A alegria da Ferrari só não foi maior porque duas trocas atrapalhadas de pneu de Kimi Raikkonen forçaram o finlandês a se retirar da prova quando estava na quinta posição --o pneu esquerdo traseiro não foi prensado devidamente.

A Sauber, após uma semana de brigas judiciais, ganhou seus primeiros pontos na F1 desde 2013 com a quinta colocação do estreante brasileiro Felipe Nasr.

Foi o melhor resultado de um novato da Sauber, que ainda teve o outro piloto, Marcus Ericsson, terminando em oitavo. Carlos Sainz, da Red Bull, foi o nono.

O holandês Max Verstappen, batendo o recorde de piloto mais jovem na história da F1, com apenas 17 anos, deixou a corrida prematuramente ao reclamar de fumaça vindo do cockpit de sua Toro Rosso.

Somente 11 carros terminaram a prova. Entre os desistentes, os dois pilotos da Lotus, que deixaram a corrida ainda na primeira volta. O piloto da McLaren Kevin Magnussen, correndo no lugar do ausente Fernando Alonso, e o piloto da Red Bull Daniil Kvyat não conseguiram sequer largar devido a problemas constatados na volta de apresentação.

Os dois carros da Manor Marussia já haviam sido desqualificados no sábado após não passarem pelos testes qualificatórios, ao passo que Valtteri Bottas, da Williams, foi vetado da prova por conta de uma lesão nas costas cerca de uma hora antes do início da corrida.

Após um início caótico que teve o piloto da Lotus Pastor Maldonado batendo no muro após ser tocado por trás na segunda curva, Hamilton e Rosberg dispararam à frente dos demais.

Abrindo diferença de 15 segundos para o terceiro colocado Felipe Massa após a 20ª volta, Hamilton conseguiu manter o companheiro Rosberg a uma curta distância, facilitando a dobradinha da Mercedes na primeira corrida da temporada.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below