Fifa vai pagar U$209 milhões a clubes por "colaboração" na Copa do Mundo

sexta-feira, 20 de março de 2015 11:12 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa anunciou aumento de três vezes no valor do pagamento feito aos clubes que liberam jogadores para a Copa do Mundo como parte de um acordo de colaboração e vai repassar 209 milhões de dólares às equipes nos Mundiais de 2018 e 2022.

Os clubes também ganharam mais voz no calendário internacional de partidas, que determina as datas para os jogos de nações e clubes, como parte do acordo entre a Fifa e a Associação de Clubes Europeus (ECA).

A ação aparentemente acalmou os clubes europeuos, que disseram querer uma compensação se a Copa do Mundo do Catar, em 2022, fosse realizada em novembro e dezembro.

As datas, que forçam a paralisação da temporada europeia por cerca de dois meses, foram confirmadas pela Fifa durante encontro do comitê executivo na quinta-feira, com a final marcada para o dia 18 de dezembro.

"A Fifa e a Associação de Clubes Europeus estão contentes em anunciar uma extensão no acordo de colaboração, que foi estabelecido pela primeira vez para a Copa do Mundo de 2010", disse a Fifa em nota nesta sexta-feira.

Um total de 70 milhões de dólares foi distribuído para clubes que liberaram jogadores para a Copa do Mundo do Brasil no ano passado. A quantia confirmada para 2018 na Rússia e 2022 no Catar é de 209 milhões de dólares para cada edição.

"Nós estamos fazendo um grande avanço na melhoria de relações entre a Fifa e os clubes em um espírito mutuo e de cooperação construtiva", disse o presidente da Fifa, Joseph Blatter.

 
Troféu da Copa do Mundo.  11/06/2014   REUTERS/Paulo Whitaker