22 de Março de 2015 / às 14:22 / em 3 anos

Mercedes ofereceu ajuda para Hockenheim receber prova de F1 este ano

(Reuters) - A campeã mundial de Fórmula 1 Mercedes revelou que tentou manter o Grande Prêmio da Alemanha no calendário do campeonato deste ano, mas uma oferta de assistência financeira foi rejeitada e a corrida foi cortada.

“O GP alemão é uma corrida essencial para o calendário da Fórmula 1 e nós temos interesse significativo em que esta prova aconteça”, disse a fabricante alemã em nota.

“A Mercedes-Benz participou das discussões e ofereceu uma contribuição significativa para apoiar um GP alemão bem-sucedido em Hockenheimring em 2015. A oferta infelizmente não foi aceita.”

Relatos da imprensa indicaram que a Mercedes estava disposta a cobrir metade de qualquer perda eventual e pagar por uma grande parte da promoção.

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que gerencia a Fórmula 1, divulgou seu calendário revisado na sexta-feira com a Alemanha ausente pela primeira vez desde 1960.

O circuito de Nuerburgring deveria receber uma prova em 19 de julho, sob um acordo de alternância, mas uma mudança de proprietários e dificuldades financeiras deixaram Hockenheim como única opção.

NO entanto, com público pequeno no ano passado em Hockenheim, os organizadores não estão dispostos a arriscar mais um prejuízo com tão pouco tempo para vender entradas e realizar os preparativos.

Por Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below