Mourinho em dívida com soberbo Rémy

domingo, 22 de março de 2015 17:58 BRT
 

LONDRES (Reuters) - José Mourinho acredita que está em dívida com Loic Rémy, depois que o atacante saiu do banco de reservas para marcar o gol da vitória por 3 x 2 sobre o Hull, neste domingo, que coloca o Chelsea com seis pontos de vantagem na luta pelo título do Campeonato Inglês.

O atacante francês, que vem sendo utilizado geralmente como reserva pelo técnico do Chelsea desde que chegou do Queens Park Rangers em agosto, entrou no gramado do KC Stadium aos 30 minutos do segundo tempo, quando Diego Costa sofreu uma lesão na coxa.

O jogador de 28 anos marcou no primeiro toque na bola para colocar o Chelsea à frente, depois que eles desperdiçaram uma vantagem de 2 x 0, e permitiu que os londrinos recuperassem a vantagem de seis pontos para o Manchester City.

"Sempre que ele joga, comparece. Ele provavelmente merece mais do que estou lhe dando", disse Mourinho ao site do Chelsea.

"Às vezes, o técnico pode sentir que deve alguma coisa para um jogador, e é esse o caso com Rémy. Acho que devo algo para ele. Toda vez que ele joga, sempre contribui bastante. Estou feliz por ele porque ele merece."

O time de Mourinho pode ter uma liderança confortável e um jogo a menos que o City, mas o técnico português não dá nada por vencido na tentativa do Chelsea de conquistar o Campeonato Inglês pela primeira vez desde 2010.

"A luta pelo título deveria ter terminado, em condições normais", disse. "A realidade é que temos seis pontos de vantagem, a melhor situação em toda temporada."

"Neste momento, temos seis pontos de vantagem com uma partida a menos, o que pode nos ajudar ou não. Estou confiante, acredito nos meus jogadores, acredito que podemos ser os campeões, mas sei que é difícil."

Apesar de deixar a vantagem de dois gols escapar em 74 segundos, quando Ahmed Elmohamady descontou e Abel Hernández empatou, depois de um erro do goleiro do Chelsea, Courtois, Mourinho está contente com o desempenho da equipe.   Continuação...