Médicos liberam Alonso para correr na Malásia

quinta-feira, 26 de março de 2015 10:31 BRT
 

SEPANG, Malásia (Reuters) - Fernando Alonso passou por um exame médico final nesta quinta-feira e foi liberado para participar do Grande Prêmio da Malásia do fim de semana, depois de ter perdido o início da temporada de Fórmula 1 na Austrália devido a uma concussão.

O bicampeão mundial foi afastado na sequência de um acidente sofrido durante testes de inverno em Barcelona, em fevereiro, depois de trocar a Ferarri pela McLaren no final da temporada passada, mas agora recebeu o sinal verde para correr pela nova equipe, na qual teve uma temporada infeliz em 2007.

Alonso voou para a Malásia depois de ter sido examinado por três médicos da Universidade de Cambridge, no domingo e, em seguida, passou no exame oficial do médico da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) e do diretor médico do circuito de Sepang.

"Durante o exame o piloto passou em todos os testes de aptidão obrigatórios e, assim, foi declarado apto para correr no Grande Prémio da Malásia deste fim de semana", disse a Federação Internacional de Automobilismo (FIA) em um comunicado.

Considerado um dos pilotos mais habilidosos na Fórmula 1, Alonso precisa estar em sua melhor forma na pista projetada por Hermann Tilke para ter alguma chance de conquistar um bom resultado em seu retorno, correndo por uma equipe que se saiu mal na Austrália.

Com dificuldades com o ritmo e confiabilidade do novo motor Honda, seu companheiro de equipe, Jenson Button, penou no circuito Albert Park para cruzar a linha de chegada entre os 11 finalistas, enquanto o substituto de Alonso, Kevin Magnussen, não conseguiu ne mesmo começar a corrida devido a problemas no motor.

"Eu tenho trabalhado duro a minha forma física e me sinto bem, e pronto para correr neste fim de semana", disse Alonso antes de partir para a Malásia.

"O fim de semana vai ser difícil, mas estou ansioso para entrar no (McLaren) MP4-30 pela primeira vez em um Grand Prix e voltar a competir.

"É claro que temos muito trabalho pela frente, mas o resultado de Jenson em Melbourne foi encorajador do ponto de vista da confiabilidade e da coleta de dados, que são extremamente importantes."

O piloto finlandês Valtteri Bottas, da Williams, também foi liberado para correr na Malásia após o finlandês. Ele perdeu a estreia australiana por causa de uma lesão nas costas.

(Reportagem de Patrick Johnston)e

 
Fernando Alonso durante entrevista coletiva na Malásia.  26/3/15     Reuters / Olivia Harris
Livepic