26 de Março de 2015 / às 23:54 / em 3 anos

Dunga diz que seleção mostrou equilíbrio em vitória sobre a França

PARIS (Reuters) - A seleção brasileira está finalmente encontrando o equilíbrio certo oito meses após a traumática campanha na Copa do Mundo em casa, disse o técnico Dunga depois da vitória sobre a França por 3 x 1, nesta quinta-feira.

Brazil's coach Dunga reacts during the international friendly soccer match against France at the Stade de France, in Saint-Denis, near Paris, March 26, 2015. REUTERS/Charles Platiau

“Estou tentando dar confiança aos jogadores após a Copa do Mundo e tentando encontrar um equilíbrio”, afirmou Dunga, que voltou ao comando do Brasil em julho, em entrevista coletiva.

Depois do Mundial, no qual a seleção ficou em quarto lugar após derrotas humilhantes para Alemanha por 7 x 1 e Holanda por 3 x 0, o Brasil já venceu sete jogos seguidos e impôs à França sua primeira derrota desde a Copa.

Oscar, Neymar e Luiz Gustavo fizeram os gols brasileiros no Stade de France após Raphael Varane abrir o placar para os ‘Bleus’, aproveitando-se de um erro em jogada aérea na defesa brasileira.

O Brasil ainda estava um pouco instável na marcação até empatar em 1 x 1 antes do intervalo, mas no segundo tempo mostrou-se rápido no ataque, com Willian e Oscar atormentando os defensores da França.

EQUILÍBRIO

“A equipe se comportou bem, saiu compacta, trabalhou bem a bola. Nada é perfeito. Fizemos faltas que poderíamos ter evitado, sabendo que a França é muito forte na bola aérea. A equipe voltou a ter equilíbrio”, disse Dunga, que dirigiu o Brasil também de 2006 a 2010.

O técnico da França, Didier Deschamps, capitão da seleção quando a equipe venceu o Brasil por 3 x 0 na final do Mundial de 1998, quando Dunga era o capitão brasileiro, disse que o melhor time ganhou.

“Você sempre pode fazer melhor, mas você tem que aceitar que o seu adversário tem qualidade, e eles mostraram isso hoje”, disse ele em entrevista coletiva.

A França teve oportunidade de empatar em 2 x 2, mas Karim Benzema perdeu uma chance clara, disparando por cima do gol.

“Sofremos para acertar nosso jogo no ataque, embora tenhamos ido bem em lances de bola parada”, declarou Deschamps, que teve que lidar com a ausência do meio-campista Paul Pogba, machucado.

“É sempre difícil quando você está 2 x 1 atrás, mas reagimos bem. Tivemos duas ou três chances para empatar, mas, infelizmente, tomamos o terceiro gol.”

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below