Clubes decidem dividir receita da Liga dos Campeões de forma mais igualitária

terça-feira, 31 de março de 2015 11:04 BRT
 

ESTOCOLMO (Reuters) - A receita da Liga dos Campeões e da Liga Europa será distribuída de forma mais justa na próxima temporada, informaram a Associação de Clubes Europeus (ECA) e a Uefa nesta terça-feira.

O anúncio foi feito em meio a preocupações sobre a enorme diferença entre os clubes mais ricos e o resto, com os resultados das ligas nacionais e da Liga dos Campeões se tornando cada vez mais previsíveis.

"A ECA e Uefa desenvolveram juntas um mecanismo revolucionário de divisão para a Liga dos Campeões e a Liga Europa, com objetivo de dividir a receita de forma mais igualitária entre os clubes europeus", disseram as entidades em uma nota conjunta após encontro.

"Um valor recorde de 2,24 bilhões de euros será dividido (por temporada) com um novo foco na solidariedade... Uma maior proporção vai para os participantes da Liga Europa, participantes das eliminatórias e para clubes em campeonatos médios e pequenos... O conceito significa mais dinheiro para todos, porque o novo sistema baseado em porcentagens garante que todos se beneficiarão proporcionalmente do crescimento contínuo das competições", de acordo com a nota conjunta.

A ECA disse ainda que mais dinheiro será distribuído aos clubes que liberaram jogadores para a Eurocopa de 2020 e que, pela primeira vez, a quantia será calculada por porcentagem, e não um valor fixo.

"Os clubes vão receber oito por cento da receita de transmissão, uso comercial e ingressos, com o mínimo estabelecido em 200 milhões de euros, um aumento de 50 milhões na divisão dos clubes para a Euro 2016", disse a ECA.

(Reportagem de Brian Homewood)