5 de Abril de 2015 / às 18:13 / 2 anos atrás

Provocação de Ancelotti desperta Cristiano Ronaldo

MADRI (Reuters) - Se o técnico do Real Madrid, Carlo Ancelotti, pretendia trazer Cristiano Ronaldo de volta à vida ao criticar o português por uma recente queda em seu desempenho antes do jogo deste domingo diante do Granada, pelo Campeonato Espanhol, certamente ele conseguiu o efeito desejado.

Ancelotti observou em sua entrevista coletiva de sábado, véspera da partida no Santiago Bernabéu, que Ronaldo vinha sendo ofuscado pelo craque Lionel Messi, do Barcelona, enquanto o atual campeão europeu sofreu alguns tropeços em fevereiro e março.

Ronaldo respondeu em grande estilo contra o penúltimo colocado Granada, marcando cinco gols em uma partida pela primeira vez na carreira na vitória do Real por 9 x 1, seu maior triunfo no Espanhol em quase meio século.

Seus três gols em oito minutos no primeiro tempo de jogo constituem seu “hat-trick” mais rápido, e ele ainda acrescentou mais dois gols na segunda etapa, em uma atuação brilhante que levou sua marca na temporada espanhola para 36 gols.

Ele tem quatro a mais que Messi na artilharia do campeonato, antes de o Barça enfrentar o Celta de Vigo ainda neste domingo, e já marcou mais gols na temporada do que 53 dos 98 times das cinco principais ligas europeias.

“Ele melhorou junto com o resto dos jogadores”, declarou Ancelotti na coletiva de imprensa após o jogo deste domingo. “Isso é bom para ele e bom para o time.”

A vitória acachapante deste domingo deixou o segundo colocado Real com apenas um ponto atrás do líder Barcelona, que perdeu por 1 x 0 para o Celta em novembro, jogando em casa, mas tem uma série de sete vitórias consecutivas em todas as competições que está disputando.

Ancelotti disse que trocaria com prazer o resultado de domingo por nove vitórias por 1 x 0 nos jogos restantes do Real no Espanhol.

“Claro que eu trocaria, mas o que precisa ser destacado é que o time está jogando novamente da forma que quer jogar”, afirmou.

“Temos de nos manter focados, assim como estávamos hoje. Nossos objetivos estão perto e os jogadores entendem a chance que têm de jogar como um time, de ajudar o time com sua qualidade individual.”

Pelo Espanhol, o Real tem jogos contra o Rayo Vallecano, fora, e o Eibar, em casa, antes de enfrentar o Atlético de Madri no primeiro jogo das quartas de final da Liga dos Campeões, em 14 de abril.

Reportagem de Iain Rogers

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below