Venezuelano se desculpa por morder adversário em jogo da liga mexicana

segunda-feira, 6 de abril de 2015 13:52 BRT
 

(Reuters) - O capitão da seleção venezuelana, Juan Arango, pediu desculpas por morder um jogador adversário no ombro no final de uma partida tumultuada do Campeonato Mexicano.

O Tijuana, time de Arango, perdia de 4 x 3 parra o Monterrey e estava a segundos do apito final quando ele chegou junto ao meio-campista Jesus Zavala e o mordeu.

“Fiz algo que não deveria ter feito com Zavala”, admitiu o também meio-campista de 34 anos.

“Falei com ele depois do jogo e me desculpei, foi um jogo muito nervoso, fiquei exaltado e tive essa atitude negativa, não sou assim, mas infelizmente aconteceu. Trocamos camisas depois do jogo, conversarmos e fim de papo”.

Zavala chegou a cair no gramado, e publicou uma foto da mordida em uma mídia social.

O incidente lembrou a dentada do uruguaio Luis Suárez no ombro do italiano Giorgio Cheillini na Copa do Mundo do ano passado no Brasil. Suárez recebeu uma suspensão de nove partidas de sua seleção e um afastamento de quatro meses do clube em que atuava.

O árbitro do jogo de sábado da liga mexicana encerrou o confronto segundos depois da mordida e não puniu Arango, mas a comissão disciplinar da liga ainda pode fazê-lo.

O Tijuana lidera o torneio com 23 pontos após 12 jogos. O Monterrey está em 10o com 16 pontos.

(Por Andrew Downie)

 
Capitão da seleção venezuelana, Juan Arango, durante partida contra o Equador, em foto de arquivo. 19/10/2012    REUTERS/Carlos Garcia Rawlins