Hamilton supera Raikkonen em treino livre na China; Massa tem problemas

sexta-feira, 10 de abril de 2015 11:45 BRT
 

Por Abhishek Takle

XANGAI (Reuters) - Lewis Hamilton superou Kimi Raikkonen e se impôs sobre os adversários nas duas sessões do treino livre desta sexta-feira para o Grande Prêmio da China de Fórmula 1, mas a Ferrari do finlandês foi bem o suficiente para preocupar a Mercedes.

Hamilton, que deixou para trás seu colega de equipe, Nico Rosberg, na sessão de abertura, mais tarde completou os 5,451 quilômetros do Circuito Internacional de Xangai em 1min37seg219 na bateria de 90 minutos, desbancando Raikkonen por meros quatro décimos de segundo.

“No geral o carro se saiu bem, e foi bom sentir a pista e acertar os preparativos. Com sorte isso vai atuar a meu favor”, disse Hamilton à rede BBC. “As Ferraris parecem estar tão rápidas quanto na Malásia, mas espero que sejamos mais rápidos”.

O australiano Daniel Ricciardo surpreendeu fazendo o terceiro melhor tempo com sua Red Bull, saltando posições já no final da sessão depois de passar os primeiros 45 minutos esperando enquanto a equipe lutava para esfriar os freios.

Sebastian Vettel, da Ferrari, que venceu o GP da Malásia quinze dias atrás, ficou em quarto lugar depois de rodar o carro logo no começo do treino e ficou à frente do compatriota Rosberg, que cometeu um erro no final de sua melhor volta e só conseguiu a quinta colocação.

“Acho que seremos os mais rápidos depois de uma volta, e agora temos que estudar o ritmo da corrida, estando ou não com uma boa perspectiva”, disse Rosberg, que quase colidiu com Raikkonen no final da sessão.

“Aquela com certeza foi por pouco. Ele não deixou muito espaço na curva dois, mas tudo bem, fair play, depois eu tirei ele do caminho nas duas curvas seguintes. Foi um bom treino, e no domingo podemos ver emoções parecidas”.

  Continuação...

 
Piloto da Mercedes Lewis Hamilton em treino livre para o GP da China de Fórmula 1 em Xangai. 10/04/2015 REUTERS/Carlos Barria