Rosberg acusa Hamilton de comportamento egoísta em corrida na China

segunda-feira, 13 de abril de 2015 09:01 BRT
 

Por Abhishek Takle

XANGAI (Reuters) - Nico Rosberg acusou o atual campeão da Fórmula 1, Lewis Hamilton, de ser egoísta e prejudicar sua corrida no Grande Prêmio da China de domingo, em mais um capítulo do tenso relacionamento entre os companheiros de equipe na Mercedes.

Hamilton venceu a corrida de ponta a ponta, com Rosberg em segundo, mas houve mais reclamações do que comemorações depois da prova.

Após acusar Hamilton em entrevista coletiva de "só pensar nele mesmo" ao controlar o ritmo na liderança, Rosberg disse que sua corrida foi comprometida pelo fato de o companheiro de equipe guiar de forma lenta.

"Lewis fez isso de propósito ou não? Eu não sei. Não posso responder", disse o alemão a repórteres de TV.

"Mas ele disse na entrevista coletiva que estava pensando só nele. Essa é uma indicação interessante, uma afirmação interessante", acrescentou.

Hamilton, que venceu duas de três corridas nesta temporada e tem vantagem de 13 pontos na liderança, minimizou as críticas.

"Não é meu dever olhar a corrida de Nico", disse o britânico. "Meu trabalho é cuidar do carro e conduzir o carro de forma saudável e o mais rápido possível -- e foi isso que fiz".

A discussão fez lembrar as polêmicas do ano passado entre os dois, especialmente na Bélgica e em Mônaco, quando a equipe precisou intervir.

 
Pilotos da Mercedes Lewis Hamilton e Nico Rosberg no pódio do GP da China de F1. 12/04/2015 REUTERS/Aly Song