Jogar champagne foi tentativa de mostrar o lado divertido da F1, diz Hamilton

quinta-feira, 16 de abril de 2015 12:06 BRT
 

Por Alan Baldwin

MANAMA (Reuters) - O campeão mundial Lewis Hamilton disse que só estava tentando mostrar o lado divertido da Fórmula 1 quando jogou champagne no rosto de uma recepcionista no no pódio do Grande Prêmio da China, na semana passada.

O incidente de domingo, capturado em fotografias que mostravam a mulher se esquivando enquanto o piloto da Mercedes jogava um jato da bebida nela, gerou críticas por parte da mídia na Grã-Bretanha, Alemanha e China.

A mulher minimizou o incidente, durante entrevista ao jornal Shangai Daily, e Hamilton disse estar aliviado de ouvir isso.

"Foi um grande fim de semana e no geral minhas ações são derivadas de entusiasmo", disse o britânico a repórteres nesta quinta-feira após chegar para o Grande Prêmio do Barein.

"Isto é Fórmula 1, é auge do automobilismo e eu ganhei um Grande Prêmio para a equipe. Vocês deveriam ver isto como algo divertido... Eu nunca, nunca tive a intenção de desrespeitar ou tentar envergonhar alguém", completou o piloto.

Liu Siying, de 22 anos, formada no Instituto de Xangai de Artes Visuais, disse que não pensou muito sobre o incidente, de acordo com o jornal Shangai Daily.

A prática de pilotos jogarem champagne para o alto no pódio se tornou um ritual décadas atrás, mesmo com alguns críticos vendo o ato como rude e outros argumentando que é desperdício de um bom espumante.

 
Lewis Hamilton jogando champagne no rosto da funcionária do Grande Prêmio da China.   12/04/2015   REUTERS/Carlos Barria