No Rio, Bolt afirma que prioridade na temporada é ficar livre de lesões

sexta-feira, 17 de abril de 2015 20:00 BRT
 

Por Andrew Downie

RIO DE JANEIRO (Reuters) - Usain Bolt se declarou praticamente imbatível nesta sexta-feira, mas minimizou as expectativas para 2015, dizendo que sua prioridade é ficar livre de lesões de olho nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, no próximo ano.

O detentor de recordes mundiais perdeu a maior parte de 2014 por causa de contusão e o rival norte-americano Justin Gatlin esteve invicto nas provas de velocidade.

Mas Bolt disse que não estava preocupado com Gatlin, a quem seu treinador classificou como não sendo páreo para o jamaicano, ganhador de seis medalhas de ouro olímpicas.

"Ele sabe exatamente o que está fazendo, então eu não duvido de nada do que meu treinador diz", afirmou Bolt a jornalistas no Rio, onde vai competir em uma corrida de desafio no domingo.

"Quando se trata de rivais, há sete pessoas ao meu lado nas pistas. Quando estou em grande forma, eu digo a vocês, não me preocupo com ninguém."

"Quando estou no meu melhor é definitivamente quase impossível me derrotar, por isso, tudo que eu preciso fazer é estar no meu melhor e vou estar OK", completou.

Gatlin, campeão olímpico nos 100 m em 2004, terminou em terceiro atrás de Bolt em Londres depois de voltar de uma punição por doping de quatro anos e no ano passado registrou os melhores tempos pessoais, de 9s77 e 19s68 nos 100 m e 200 m, respectivamente.

Os recordes mundiais de Bolt nos eventos são de 9s58 e 19s19, ambos conseguidos em 2009.   Continuação...

 
Jamaicano Usain Bolt (centro) corre com jovens na comunidade da Mangueira, no Rio de Janeiro, na quinta-feira. 16/04/2015 REUTERS/Ricardo Moraes