Canadá tomará providências para manter agência mundial de combate ao doping em Montreal

segunda-feira, 20 de abril de 2015 18:43 BRT
 

MONTREAL (Reuters) - O Canadá vai tomar providências para manter a sede da Agência Mundial Antidoping (Wada, na sigla em inglês) em Montreal, disse uma fonte do governo nesta segunda-feira, após alguns países europeus pressionarem pela transferência da entidade, alegando que, em território canadense, o órgão não estaria apto a proteger os dados dos atletas.

A Wada, cuja sede em Montreal foi instalada em 2002, coleta, utiliza e divulga a informação pessoal de atletas de alto rendimento como parte de seu trabalho em coordenar o combate ao doping no esporte mundial.

A fonte disse que alguns países europeus querem que a Wada seja transferida para a Europa, sob o argumento de que as leis de privacidade canadenses não protegem a agência, não garantindo assim a proteção dos dados dos atletas.

O governo canadense está marcado para revelar, na terça-feira, seu orçamento anual, no qual constará uma cláusula específica estendendo a cobertura das leis de privacidade para a Wada, disse a fonte.

“Isso vai eliminar qualquer argumento pela transferência da sede da Wada com base em preocupações de privacidade, e vai ajudar a garantir a presença dessa respeitada organização internacional no Canadá”, disse a fonte, que pediu para não ser identificada.

Um porta-voz da Wada não quis comentar o assunto.

Em 2013, o governo canadense lançou uma campanha bem-sucedida contra uma tentativa do Catar de levar a sede da Organização Internacional de Aviação Civil para Doha.

(Reportagem de Allison Martell)