Empresário tailandês vai à Itália negociar compra de participação no Milan

quinta-feira, 23 de abril de 2015 13:56 BRT
 

BANGCOC (Reuters) - O empresário tailandês Bee Taechaubol viajará à Itália neste fim de semana para negociar a compra de uma participação no Milan, time da primeira divisão italiana, disse uma fonte próxima a ele nesta quinta-feira.

Em fevereiro, Bee disse ter mantido reuniões sobre a possível compra de uma participação no clube, depois que relatos da imprensa afirmaram que ele fez uma oferta de 1 bilhão de euros por uma participação que lhe desse o controle do Milan.

"Não posso dizer se ele vai assinar um acordo", disse a fonte, acrescentando esperar progresso nas conversas no início do próximo mês.

"É provável que Bee faça comentários no início de maio", disse a fonte, acrescentando que o empresário tailandês assinou um acordo de confidencialidade até que o acordo seja concluído.

Bee é diretor-executivo da empresa de investimentos do sudeste asiático Thai Prime Company Limited.

O ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi é dono do Milan desde a década de 1980. Mas sua propriedade do clube tem estado no centro de especulações em um momento em que o Milan sofre para competir financeiramente com os grandes clubes das principais ligas europeias.

O Milan conquistou o Campeonato Italiano pela última vez em 2011 e, atualmente com a nona colocação na tabela de classificação, deve ficar fora da Liga dos Campeões na próxima temporada. O desempenho da equipe tem colocado o técnico Filippo Inzaghi sob pressão e é pouco provável que ele permaneça no comando da equipe na próxima temporada.

(Reportagem de Manunphattr Dhanananphorn)