Pacquiao é acusado de esconder lesão em derrota na “Luta do Século” no boxe

quarta-feira, 6 de maio de 2015 14:05 BRT
 

(Reuters) - O boxeador Manny Pacquiao está sendo processado em vários tribunais dos Estados Unidos por pessoas que disseram ter pago para vê-lo enfrentar Floyd Mayweather Jr. na “Luta do Século” e que se sentiram lesadas por Pacquiao ter ocultado uma lesão no ombro antes do confronto.

Foram apresentadas pelo menos cinco ações civis contra Pacquiao em cortes federais dos Estados de Califórnia, Illinois, Nevada e Texas na terça-feira. As ações pedem indenizações nos termos das leis de proteção ao consumidor e o enquadramento como ação coletiva em nome dos compradores de ingressos, telespectadores de pay-per-view e pessoas que apostaram na luta.

“As ações são factual e legalmente equivocadas, e esperamos que sejam anuladas no devido momento”, disse Daniel Petrocelli, advogado de Pacquiao e da Top Rank Inc., empresa de eventos que representa o boxeador e que também foi processada, em um comunicado nesta quarta-feira.

Uma das ações ainda cita como réus Mayweather e sua empresa de eventos e outras empresas envolvidas na transmissão e divulgação do combate, como HBO, Showtime, AT&T, Comcast e DirecTV.

O filipino Pacquiao perdeu do norte-americano Mayweather por unanimidade na noite de sábado. Pouco mais de uma hora após o fim da luta, o empresário de Pacquiao, Bob Arum, afirmou que o lutador canhoto de 36 anos foi prejudicado por uma "antiga" lesão no ombro direito.

(Por David Ingram, em Nova York)

 
Mayweather e Pacquiao se enfrentam em Las Vegas. 02/05/2015  REUTERS/Steve Marcus