Federação Espanhola de Futebol suspende competições de forma indefinida

quarta-feira, 6 de maio de 2015 17:13 BRT
 

MADRI (Reuters) - A Federação Espanhola de Futebol (RFEF) decidiu suspender indefinidamente todas as competições internas a partir de 16 de maio por causa de uma disputa com o governo sobre questões que incluem uma nova lei para a negociação coletiva dos direitos de televisão.

A lei foi aprovada na semana passada com o apoio da Liga de Futebol Profissional (LFP) e tem como objetivo criar um ambiente mais equilibrado para os clubes das duas principais divisões da Espanha através da partilha de dinheiro da TV de forma mais equitativa.

No entanto, a RFEF, e seu influente presidente Angel Maria Villar, e o sindicato dos jogadores (AFE) se manifestaram contra as novas regras e ambas as organizações têm apoiado a paralisação das competições do futebol espanhol.

As duas rodadas finais do Campeonato Espanhol serão afetadas, a menos que se chegue a um acordo para evitar a medida. Após uma reunião do conselho nesta quarta-feira, a federação publicou um comunicado em seu site, no qual acusou o governo de "falta de respeito" e reclamou que não tinha sido consultada adequadamente sobre a lei dos direitos de TV.

A federação acredita que a lei vai tirar alguns poderes dela e também está descontente com o que diz ser o uso de dinheiro do futebol para atividades que nada têm a ver com o esporte.

Um total de 17 federações regionais seria afetado pela suspensão, incluindo mais de 600.000 jogadores e 30.000 partidas, disse a RFEF. "Ao mesmo tempo, e mais uma vez, reiteramos a oferta de diálogo com o governo espanhol", acrescentou a federação.

(Reportagem de Iain Rogers)