Fórmula 1 decide fiscalizar sistemas de combustível dos carros

domingo, 10 de maio de 2015 13:19 BRT
 

BARCELONA (Reuters) - A Federação Internacional de Automobilismo alertou as equipes de Fórmula 1 que vai vigiar de perto os sistemas de abastecimento, para garantir que nenhum piloto se beneficie de maneiras engenhosas de administrar os fluxo de combustível nos carros.

“Com efeito imediato, vamos inspecionar a pressão do combustível nos sistemas de alta e baixa pressão para que se mantenham constantes em um fluxo de 90 kg por hora”, disse o diretor de corridas da FIA, Charlie Whiting, em uma nota divulgada em meio ao Grande Prêmio da Espanha.

“Vamos também conduzir cuidadosas inspeções físicas nos sistemas de combustível em uso”, acrescentou ele.

O texto não sugere que nenhuma equipe esteja infringindo alguma regra.

No entanto, circularam rumores de que a Mercedes e a Ferrari, as duas equipes mais competitivas da temporada, têm utilizado modos de impulsionar os fluxos de combustível por curtos períodos de tempo, quando isso pode trazer alguma vantagem.

Whiting disse que a FIA não considera necessário definir o que interpreta por fluxo “constante”, mas afirmou que discutiria qualquer preocupação com as equipes “se e quando surgirem questões.”

(Reportagem de Alan Baldwin)