Blatter diz não ter razão para não viajar aos EUA

sexta-feira, 15 de maio de 2015 10:44 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse que não há razão para não viajar aos Estados Unidos e que planeja visitar o país no próximo ano, quando o país receberá a edição centenária da Copa América.

Um documentário transmitido pela ESPN na terça-feira sugeriu que Blatter estava relutante em viajar para os EUA por conta de uma investigação do FBI sobre o processo controverso de votação para as sedes das Copas do Mundo de 2018 e 2022.

Blatter negou a ideia nesta sexta-feira, dizendo a repórteres de agências de notícias internacionais que pretendia se concentrar em visitar federações nacionais com assuntos mais urgentes.

"Estarei na Copa Centenário caso eleito, e mesmo se não for eleito, espero que ainda seja convidado", disse Blatter, que tenta o quinto mandato como presidente do órgão na eleição de 29 de maio.

"Irei visitar as associações nacionais que estão necessitadas... sei que nos EUA existe uma investigação formal contra pessoas que estiveram no meu governo, mas não há nada contra mim", acrescentou.

Blatter adicionou que, caso o FBI queira falar com ele, poderia agir por canais internacionais.

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, em foto de arquivo. 20/03/2015 REUTERS/Arnd Wiegmann