Boca fica fora da Libertadores por agressão a jogadores do River

domingo, 17 de maio de 2015 10:00 BRT
 

ASSUNÇÃO (Reuters) - A Conmebol condenou no sábado o time argentino Boca Juniors e determinou a desclassificação da Copa Libertadores, restrições de público nos próximos jogos e uma multa de 200.000 dólares pela agressão a jogadores do River Plate no seu estádio, uma sentença considerada mais branda do que o esperado.

O Tribunal Disciplinar da Confederação Sul-Americana de Futebol afirmou em comunicado, depois de uma reunião de urgência em sua sede nos arredores de Assunção, que a sanção não exclui o Boca de futuras competições.

O órgão resolveu, entre as medidas, impor ao Boca Juniors "uma sanção consistente de jogar quatro (4) jogos como local nas competições oficiais organizadas pela Conmebol a portas fechadas" e "proibir ... venda de ingressos a seus torcedores para os próximos quatro (4) jogos que dispute como visitante", afirmou o comunicado.

"A Conmebol, em vez de dar uma sanção coerente e exemplar; anunciou uma decisão que incita a violência", disse no Twitter o ex-chefe de comunicação do River, Ricardo Dasso.

Cinco jogadores do River Plate sofreram queimaduras e lesões no corpo e nos olhos ao serem agredidos com gás de pimenta, segundo perícia, enquanto entravam pelo acesso de visitantes ao estádio "la Bombonera" na partida de quinta-feira.

O presidente do Boca, Daniel Angelici, se manifestou contrário à sanção. "Vamos apelar", afirmou.

(Por Daniela Desantis e Mariel Cristaldo)