Peso-pesado do Real Madrid, Cristiano Ronaldo apoia o treinador Ancelotti

domingo, 24 de maio de 2015 13:19 BRT
 

MADRI (Reuters) - Maior artilheiro do Real Madrid, Cristiano Ronaldo manifestou seu apoio ao treinador Carlo Ancelotti e enviou uma clara mensagem ao presidente do clube Florentino Pérez de que não quer que o italiano seja despedido.

A sensação geral é que Pérez fará Ancelotti de bode expiatório por uma temporada na qual o Real Madrid não conquistou nenhum título importante e o demitirá, mas a intervenção de um peso-pesado do vestiário como Cristiano Ronaldo poderia fazê-lo pensar duas vezes.

O jogador anotou uma tripleta na última partida da temporada, neste domingo, na vitória por 7 x 3 sobre o Getafe, colocando-o como o artilheiro da liga espanhola, com 48 gols.

Foi a sua melhor marca desde que chegou ao Real Madrid do Manchester United, em 2009, e ele ficou a apenas dois do recorde de 50 gols estabelecido por Lionel Messi pelo Barcelona na temporada 2011/12. O argentino marcou 43 vezes daquela vez.

Depois da partida, o também capitão da seleção de Portugal publicou uma mensagem no Twitter com uma fotografia ao lado de Ancelotti.

"Grande treinador e uma pessoa fantástica. Espero que trabalhemos juntos na próxima temporada", escreveu Cristiano Ronaldo.

Ancelotti, que deu ao Real o seu décimo título da Liga dos Campeões e o troféu da Copa do Rei em 2013/14, deixou claro que quer continuar, mas no sábado declarou que se o Real Madrid o despedisse, tiraria um ano sabático. 

Seu contrato termina na próxima temporada, e ele afirmou que esperava reunir-se com os diretores da equipe no começo da semana que vem para discutir o seu futuro.

Informações na imprensa sugerem que o treinador de 55 anos poderia voltar a sua ex-equipe, o Milan, pelo qual ganhou o troféu da principal competição de clubes da Europa como jogador e treinador.   Continuação...