Budweiser diz que está monitorando de perto situação da Fifa

quarta-feira, 27 de maio de 2015 13:51 BRT
 

NOVA YORK (Reuters) - A Anheuser-Busch InBev, cuja marca Budweiser é patrocinadora da Copa do Mundo de 2018, disse nesta quarta-feira que está monitorando de perto os acontecimentos envolvendo a Fifa depois que sete das figuras mais poderosas da organização, incluindo o ex-presidente da CBF José Maria Marin, foram presas na Suíça e autoridades anunciarem um inquérito criminal sobre a escolha das sedes dos dois próximos mundiais.

"Esperamos que todos os nossos parceiros mantenham altos padrões éticos e operem com transparência", disse a companhia em comunicado.

(Por Anjali Athavaley)