Fifa suspende dirigentes presos e Blatter promete eliminar irregularidades no futebol

quarta-feira, 27 de maio de 2015 16:18 BRT
 

ZURIQUE (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, disse estar determinado a "extirpar qualquer irregularidade no futebol", depois que sete dos principais dirigentes do esporte foram presos devido a acusações de corrupção por autoridades norte-americanas e suíças nesta quarta-feira.

Blatter, que disputa na sexta-feira a reeleição para a presidência da Fifa, acrescentou que as investigações vão ajudar a reforçar as medidas já tomadas pela entidade.

"Vou ser claro: tal conduta não tem lugar no futebol e vamos garantir que aqueles que se envolvem nisso sejam colocados fora do esporte", acrescentou ele em um comunicado no site da Fifa (www.fifa.com).

A Fifa suspendeu provisoriamente os sete dirigentes presos na quarta-feira de quaisquer atividades relacionadas com o futebol. Entre eles está o ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), José Maria Marin, que foi preso na Suíça.

(Reportagem de Ken Ferris)

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, solta uma pomba durante visita, na semana passada, a um vilarejo da cidade de Ramallah, na Cisjordânia 20/05/ 2015. REUTERS/Mohamad Torokman