CBF tira nome "José Maria Marin" de sede no Rio de Janeiro

quinta-feira, 28 de maio de 2015 13:43 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) retirou o nome "José Maria Marin" da fachada de sua sede na zona oeste do Rio de Janeiro nesta quinta-feira, um dia após a prisão do ex-presidente da entidade na Suíça como parte de uma investigação de corrupção realizada por autoridades norte-americanas.

Um porta-voz da CBF informou que a entidade vai divulgar nota oficial ainda nesta quinta para explicar a retirada do nome do dirigente da fachada do prédio, uma construção de luxo inaugurada no ano passado quando Marin estava à frente da confederação.

Marin, que presidiu a CBF de 2012 a abril deste ano e foi o presidente do comitê organizador local da Copa do Mundo de 2014, está entre sete dirigentes da Fifa presos em Zurique na quarta-feira.

Ele ainda ocupava um cargo no comitê organizador dos torneios olímpicos de futebol da federação internacional e uma das vice-presidências da CBF, mas foi afastado das funções temporariamente pelas entidades após a prisão.

Promotores dos Estados Unidos indiciaram na quarta-feira nove autoridades da Fifa e cinco executivos de mídia e promoções esportivas por subornos envolvendo mais de 150 milhões de dólares ao longo de 24 anos.

(Por Pedro Fonseca)

 
Combinação de fotos da fachada do prédio da CBF no Rio de Janeiro com e sem o nome "José Maria Marin". 27/05/2015 REUTERS/Ricardo Moraes