Concacaf afasta presidente após prisão em escândalo de corrupção da Fifa

quinta-feira, 28 de maio de 2015 15:56 BRT
 

(Reuters) - O presidente da Concacaf, Jeffrey Webb, que estava entre os sete dirigentes de futebol detidos nesta semana por acusações de corrupção, foi provisoriamente destituído de suas funções, informou a confederação de futebol nesta quinta-feira.

O vice-presidente Alfredo Hawit foi nomeado como sucessor de Webb, disse a Confederação de Futebol das Américas do Norte, Central e do Caribe (Concacaf) em um comunicado.

Webb, que também era vice-presidente da Fifa, foi preso em Zurique como parte do escândalo de corrupção.

Hawit disse que a Concacaf está cooperando com a investigação por parte das autoridades governamentais, que não colocaram quaisquer restrições sobre as atividades em curso da confederação.

"Embora estejamos profundamente decepcionados com as alegações feitas por autoridades em que, novamente, a Concacaf é vítima de fraude, continuamos comprometidos com o objetivo da Concacaf de desenvolver, promover e gerir o futebol", disse Hawit.

(Reportagem de Frank Pingue em Toronto)

 
Prédio que abriga os escritórios da Concacaf durante busca realizada por agentes do FBI em Miami. 27/05/2015 REUTERS/Gaston De Cardenas