29 de Maio de 2015 / às 15:59 / 2 anos atrás

Palestinos retiram moção para suspender Israel da Fifa

Presidente da Associação de Futebol Palestina, Jibril Al Rajoub, gesticula com um cartão vermelho durante discurso no congresso da Fifa, em Zurique. 29/05/2015 REUTERS/Arnd Wiegmann

ZURIQUE (Reuters) - A Associação Palestina de Futebol (PFA, na sigla em inglês) retirou nesta sexta-feira uma moção pedindo que Israel fosse suspenso da Fifa.

A moção havia sido incluída na programação do Congresso da Fifa, mas o presidente da PFA, Jibril Rajoub, disse ter sido persuadido a voltar atrás. “Decidi retirar a suspensão, mas isso não significa que desisto da resistência”, declarou.

A PFA acusa Israel de dificultar suas atividades e restringir a movimentação dos jogadores entre a Faixa de Gaza e a Cisjordânia, ocupada por Israel.

O Estado judeu cita preocupações com a segurança para justificar as restrições que impõe, e a associação de futebol do país argumentou não ter controle sobre as forças de segurança.

A Fifa vem tentando resolver a questão há dois anos, e este mês o presidente Joseph Blatter, que concorre à reeleição nesta sexta-feira, viajou à região e se encontrou com o primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e o presidente palestino, Mahmoud Abbas.

“Muitos dos colegas que eu respeito e estimo me explicaram como é doloroso para eles ouvir sobre a questão da suspensão nesta família”, explicou Rajoub.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below