Com um a menos e atrás no placar, Sporting consegue empate e leva a Taça de Portugal

domingo, 31 de maio de 2015 18:01 BRT
 

LISBOA (Reuters) - Com apenas dez homens em campo após 15 minutos e perdendo por 2 x 0 ainda no primeiro tempo, o Sporting Lisboa protagonizou uma eletrizante reviravolta ao empatar em 2 x 2 e depois bater o Braga nos pênaltis na final da Taça de Portugal neste domingo.

O Sporting marcou duas vezes nos últimos seis minutos, um deles sendo já nos acréscimos após lambança da zaga do Braga, para levar a final para a prorrogação e depois vencer a disputa de pênaltis por 3 x 1 contra um adversário já devastado. 

O primeiro acontecimento dramático foi aos 15 minutos, quando o lateral-esquerdo do Braga, Djavan, invadiu a área do Sporting e foi derrubado por Cedric Soares. 

Embora não parecesse ser uma chance clara de gol, Soares recebeu o cartão vermelho direto e Eder deslocou Rui Patricio na hora de cobrar o pênalti.

O Braga aumentou a liderança no placar com uma jogada que se iniciou em um escanteio do Sporting dez minutos após o primeiro gol. A bola foi tirada da área do Braga em um chutão, Rafa desarmou Miguel Lopes e correu livre para a área, chutar sem chances para Rui Patricio e fazer 2 x 0.

O Sporting já parecia ter perdido as esperanças e muitos torcedores já deixavam o estádio quando Islam Slimani colocou o time de volta ao jogo.

O argelino interceptou um passe mal feito na defesa do Braga e acertou um chute rasteiro para diminuir o placar, faltando seis minutos para o fim.

O Sporting empatou em jogada bizarra: dois zagueiros do Braga se atrapalharam em bola aérea e Fredy Montero aproveitou para marcar.

O Braga também acabou a partida com dez jogadores, depois que Mauro foi expulso com um segundo cartão amarelo nos acréscimos, e a falta de sorte da equipe foi completa com os erros consecutivos de André Pinto, Eder e Salvador Agra na disputa de pênaltis.   Continuação...