Comissão técnica do Brasil monitora Neymar e pode poupá-lo de jogo contra Honduras

terça-feira, 2 de junho de 2015 15:00 BRT
 

TERESÓPOLIS (Reuters) - A possibilidade de o atacante Neymar também ficar de fora do amistoso contra Honduras, na semana que vem, está sendo avaliada pela comissão técnica da seleção brasileira, disse nesta terça-feira o preparador físico Fábio Mahseredjian, que ressaltou que o lado "fominha" do jogador pode ser determinante para a decisão.

O atacante do Barcelona disputa no próximo sábado a final da Liga dos Campeões contra a Juventus e será o último jogador a se apresentar ao grupo convocado para a Copa América, na segunda-feira.

O Brasil faz um amistoso contra o México, no domingo, em São Paulo, e já não poderá contar com Neymar. No dia 10, a seleção enfrentará Honduras, em Porto Alegre, no último amistoso antes da estreia na Copa América do Chile.

"Essa é uma possibilidade (que Neymar fique fora do amistoso). Estamos analisando todas as possibilidades", disse o preparador físico da seleção. "Não podemos tirar uma conclusão agora, mas a possibilidade de ficar fora existe."

Mahseredjian vem mantendo contato permanente com o brasileiro Ricardo Rosa, que atua na Espanha com Neymar e trabalhou com ele no Brasil, para se manter atualizado sobre as condições físicas do atacante. "Meu contato é permanente com o Rosa e vou falar com ele de novo para saber como Neymar está. Ele não tem problema nenhum, tem equilibrio muscular, está bem", afirmou.

O preparador lembrou que Neymar normalmente não gosta de ficar de fora dos jogos e é considerado um fominha dentro do grupo. "A questão é que o Neymar é fominha e gosta de jogar futebol", disse.

GRUPO EQUILIBRADO

O preparador físico da seleção brasileira afirmou que encontrou um grupo equilibrado nesse início de preparação na Granja Comary, em Tersópolis (RJ), visando a Copa América.   Continuação...

 
Neymar deixa campo após treino no Barcelona. 2/6/2015.   REUTERS/Albert Gea