Canadá não pagou propina para sediar Mundial feminino, diz presidente da associação

quinta-feira, 4 de junho de 2015 17:20 BRT
 

VANCOUVER (Reuters) - O presidente da Associação Canadense de Futebol negou com firmeza nesta quinta-feira que tenha pago propina à Fifa pelo direito de sediar a Copa do Mundo de Futebol Feminino, que tem início no próximo sábado.

A Fifa passa por momentos difíceis após sete de seus dirigentes terem sido presos sob a acusação de corrupção, no mês passado.

Ao ser questionado se teria pago propina à Fifa para receber o torneio, o presidente da ACF afirmou em uma coletiva de imprensa: "Absolutamente não".

(Reportagem de Julie Gordon)