Empresário argentino Burzaco, procurado por escândalo da Fifa, se entrega na Itália

terça-feira, 9 de junho de 2015 09:09 BRT
 

BUENOS AIRES (Reuters) - Alejandro Burzaco, um dos três empresários argentinos procurados pela Interpol por conta do escândalo da Fifa investigado pelo FBI, se entregou à Justiça italiana, informou a polícia da Itália nesta terça-feira.

Burzaco, que também possui nacionalidade italiana, se entregou em Bolzano, no norte da Itália, acompanhado por dois advogados, um argentino e outro italiano.

O empresário, que era presidente da companhia Torneos, tem um pedido de captura e extradição feito pelas autoridades dos Estados Unidos, que investigam o pagamento de subornos à Fifa em troca de direitos comerciais.

"Ele se apresentou voluntariamente nesta manhã (terça-feira) no departamento de polícia e está detido", disse Giuseppe Ricario, chefe da polícia de Trento, à rádio argentina La Red. "Está na delegacia. Se apresentou com um advogado. Imaginamos que sua intenção foi colaborar com as autoridades. Ele foi detido porque, segundo nosso código penal, é preciso fazer isto caso haja pedido de captura internacional", acrescentou.

A extradição "está sujeita à decisão da Justiça italiana", disse nesta terça-feira o secretário de Segurança da Argentina, Sergio Berni, ao canal de televisão C5N.

(Reportagem de Eliana Raszewski)

 
Sede da empresa Torneos em Buenos Aires. 28/05/2015 REUTERS/Enrique Marcarian