Parlamento Europeu deve pedir para que Blatter deixe a Fifa imediatamente

quarta-feira, 10 de junho de 2015 18:24 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - O Parlamento Europeu deve pedir na quinta-feira para que o presidente da Fifa, Joseph Blatter, deixe o cargo imediatamente e dirá que reformas urgentes só podem começar quando ele sair da organização que comanda o futebol mundial.

Blatter anunciou sua renúncia na semana passada como chefe da entidade, mas disse querer permanecer no cargo até que seu sucessor seja eleito.

Uma cópia de uma moção multipartidária do Parlamento Europeu vista pela Reuters pede para que a Fifa "selecione, de uma maneira transparente e inclusiva, um líder interino apropriado para substituir Joseph (Sepp) Blatter imediatamente."

A moção também expressa sérias preocupações com "a credibilidade da Fifa, como entidade administradora do futebol mundial, e que as reformas urgentes exigidas não podem começar com seriedade até que uma nova liderança seja indicada, o que, sob regulações da Fifa, pode não acontecer por outros nove meses."

Políticos debateram a questão nesta quarta-feira à noite (horário local) antes da votação da resolução, que acontecerá na quinta-feira.

O comissário da UE para Educação, Cultura, Juventude e Esporte, Tibor Navracsics, disse durante o debate que a Fifa não está mais apta a administrar o futebol mundial e que apoia a posição do Parlamento Europeu.

(Reportagem de Barbara Lewis e Philip Blenkinsop)

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, durante congresso da entidade em Zurique, na Suíça. 01/06/2011 REUTERS/Arnd Wiegmann