Parlamento da UE pede a Blatter que deixe a Fifa “de imediato”

quinta-feira, 11 de junho de 2015 11:49 BRT
 

BRUXELAS (Reuters) - Parlamentares da União Europeia pediram nesta quinta-feira ao presidente da Fifa, Joseph Blatter, que deixe o cargo imediatamente, dizendo que não fazê-lo prejudicaria as reformas urgentes necessárias para livrar a entidade reguladora do futebol mundial da corrupção “desenfreada, sistemática e enraizada”.

O Parlamento Europeu votou a favor de uma resolução de oito páginas com uma série de exigências para limpar o nome do futebol mundial.

A resolução declara que o Parlamento louvou a decisão de renunciar anunciada por Blatter na semana passada, mas expressou “grande preocupação” com a possibilidade de ele permanecer mais nove meses até que um novo líder seja escolhido.

Reformas urgentes para extirpar a corrupção e restaurar a credibilidade da Fifa não podem começar de fato até lá, afirmou o texto.

“O Parlamento Europeu... portanto, pede à Fifa que selecione, de maneira transparente e inclusiva, um líder interino apropriado para substituir

Joseph Blatter de imediato”.

A legislatura afirmou que a corrupção dentro da Fifa prejudicou seriamente a integridade do futebol global, com um “impacto devastador” desde a mais alta hierarquia do futebol profissional até os times amadores que formam novos talentos.  

 
Presidente da Fifa, Jospeh Blatter, deixa entrevista coletiva na sede da entidade. 02/06/2015 REUTERS/Ruben Sprich