Blatter pode tentar permanecer na presidência da Fifa, diz jornal suíço

domingo, 14 de junho de 2015 12:27 BRT
 

GENEBRA, Suíça (Reuters) - Joseph Blatter pode tentar permanecer como presidente da Fifa, afirmou o jornal suíço Schweiz am Sonntag neste domingo, menos de duas semanas após ele renunciar ao cargo máximo da entidade que controla o futebol mundial.

Porém, Domenico Scala, que supervisiona o processo de escolha de um novo presidente, disse que a saída de Blatter é parte "indispensável" das reformas previstas para a Fifa.

Blatter está sob pressão para deixar o cargo depois que autoridades de Estados Unidos e Suíça ampliaram suas investigações sobre corrupção na entidade. Parlamentares da União Europeia estão entre aqueles que pedem a sua saída imediata.

Mas de acordo com o jornal suíço, Blatter recebeu mensagens de apoio de associações de futebol asiáticas e africanas, pedindo-lhe para repensar a sua decisão de renunciar. Ele ficou honrado com o apoio e não descartou a possibilidade de permanecer no cargo, disse o jornal, citando uma fonte próxima a ele.

A Fifa, em comunicado enviado por e-mail, citou o discurso feito por Blatter em 2 de junho e disse que "não tinha mais comentários a fazer".

No discurso, Blatter disse: "Tomei a decisão de estabelecer o meu mandato a um Congresso extraordinário eletivo. Vou continuar a exercer as minhas funções como presidente da Fifa até a eleição."

Ele também acrescentou: "Já que não serei um candidato, e portanto agora estou livre dos constrangimentos que as eleições inevitavelmente impõem, serei capaz de me concentrar na condução de reformas fundamentais que transcendem os nossos esforços anteriores."

Mas Scala, chefe de auditoria da Fifa, disse em comunicado que Blatter precisa manter a sua promessa de que não concorrerá novamente.

"Para mim, as reformas são o tema central", disse ele, sem se referir diretamente à entrevista.   Continuação...