Fifa afirma que decisão do Centro Nobel da Paz "não é fair play"

terça-feira, 16 de junho de 2015 11:57 BRT
 

Por Brian Homewood

ZURIQUE (Reuters) - A Fifa reagiu com amargura nesta terça-feira à decisão d Centro Nobel da Paz de terminar a cooperação através da iniciativa "Aperto de Mão pela Paz", informando que a decisão "não é fair play".

"Estamos desapontados em saber pela mídia sobre a intenção do Centro Nobel da Paz de terminar a cooperação com a Fifa na iniciativa Aperto de Mão pela Paz", informou a Fifa em nota.

"Esta ação não representa o espírito do fair play, especialmente à medida que obstrui a promoção de valores-chave na construção da paz e antidiscriminação", acrescentou.

Sem dar uma razão específica, o centro anunciou na segunda-feira que estava terminando seu relacionamento com a organização responsável pelo futebol mundial, que está no centro de uma investigação de corrupção.

A Fifa informou que a diretora-executiva do centro, Bente Erichsen, telefonou para o presidente da entidade, Joseph Blatter, na manhã desta terça-feira e disse que "continuava acreditando na iniciativa e esperava que continuasse a existir no futebol com a Fifa".

O anúncio do Centro Nobel da Paz ocorreu três dias após a Interpol suspender um acordo de 20 milhões de euros com a Fifa, à medida que acusações de corrupção continuam manchando a organização.

 
Goleiro do Arsenal Fabianski cumprimentando Mueller, do Bayern de Munique.   11/03/2014          REUTERS/Kai Pfaffenbach