Vidal não será suspenso por batida de carro, diz técnico Sampaoli

quarta-feira, 17 de junho de 2015 14:26 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - O meio-campista Arturo Vidal não será suspenso da seleção chilena que disputa a Copa América apesar de ter sido acusado de dirigir embrigado após bater de carro, disse o técnico do Chile, Jorge Sampaoli, nesta quarta-feira.

"Ele cometeu um erro que não é um fator tão determinante para excluí-lo", disse Sampaoli em entrevista coletiva no centro de treinamentos da seleção chilena, em Santiago. "O que nós precisamos é incluí-lo".

Vidal foi acusado formalmente de dirigir embriagado após bater com sua Ferrari vermelha, na noite de terça-feira, depois de uma tarde de folga dos jogadores chilenos. Ele deve ser titular da equipe na partida de sexta-feira contra a Bolívia pelo Grupo A da Copa América.

O jogador, que defende a Juventus, da Itália, foi punido pela Justiça chilena com a perda da carteira de habilitação e terá de se apresentar todos os meses ao consulado chileno em Milão. Um juiz ordenou investigação de 120 dias para esclarecer as causas da batida, da qual Vidal saiu ileso.

O artilheiro da Copa América dirigia em alta velocidade no sul de Santiago, a caminho do centro de treinamento da seleção, quando colidiu com outro automóvel, sem provocar grandes danos a terceiros. Ele foi levado na noite de terça a um hospital para verificar as lesões e realizar exames, segundo a mídia local.

Segundo a polícia, os testes revelaram que Vidal "estava sob influência do álcool", e a promotoria decidiu que o jogador deveria passar a noite em um recinto policial para enfrentar uma audiência nesta quarta de manhã.

(Reportagem de Gideon Long)

 
Jogador do Chile Arturo Vidal é visto durante audiência na cidade de San Bernardo. 17/6/2015.   REUTERS/Ivan Alvarado