June 18, 2015 / 2:34 AM / 2 years ago

Brasil joga mal, perde da Colômbia e tem Neymar expulso após apito final

4 Min, DE LEITURA

Neymar em partida do Brasil contra a Colômbia no Estádio Monumental David Arellano, em Santiago. 17/06/2015Ricardo Moraes

(Reuters) - A seleção brasileira teve uma atuação muito apagada e perdeu para a Colômbia por 1 x 0 nesta quarta-feira, em Santiago, pelo Grupo C da Copa América, na primeira derrota do time desde o Mundial do ano passado e o retorno do técnico Dunga.

Após uma vitória sofrida sobre o Peru por 2 x 1 na estreia, o Brasil desta vez não contou com o talento de Neymar, que esteve abaixo de seu potencial, mostrou nervosismo e tomou cartão vermelho por causa de confusão com jogadores colombianos depois do fim da partida, em que já havia levado o amarelo.

O camisa 10 está automaticamente fora do jogo contra a Venezuela, pela terceira rodada da chave, no domingo, e pode desfalcar a equipe em outros confrontos da competição.

“Jogo foi difícil, não existe jogo fácil, mas criamos chances. Sabíamos que ia ser duro, isso é Copa América, não se ganha fácil, tem que lutar até o fim. As dificuldades vão acontecer sempre”, disse o lateral-direito Daniel Alves, que culpou a arbitragem pelo descontrole de Neymar.

“Não sei porque está nervoso, é culpa dos árbitros... aqui é América do Sul e são todos contra o Brasil”, completou.

O time brasileiro vinha de uma sequência de 11 vitórias seguidas, sendo 10 em amistosos, desde o fracasso no Mundial em casa, em julho do ano passado.

A vitória deixa a Colômbia empatada com o Brasil com três pontos no Grupo C, assim como a Venezuela, que ainda enfrenta o Peru na rodada. Para os colombianos, o resultado representa também uma vingança da derrota por 2 x 1 sofrida para os brasileiros nas quartas de final da Copa do Mundo de 2014.

O Brasil começou o jogo com duas mudanças em relação ao time da estreia na Copa América: Thiago Silva substituiu David Luiz na zaga e Firmino entrou na vaga de Diego Tardelli no ataque.

O início da partida teve marcação forte dos dois times, que optaram, então, por chutes de longa distância que não causaram muito perigo. Mas a Colômbia era melhor e comandava as ações no primeiro tempo, o que lhe permitiu abrir o placar aos 36 minutos.

Após cobrança de falta da direita, os brasileiros não conseguiram afastar a bola, que sobrou para Murillo tocar para o gol de perna esquerda.

Aos 43, por pouco o time colombiano não ampliou. Depois de erro na saída de bola do Brasil, um problema recorrente do time, Cuadrado chutou da entrada da área e a bola passou perto.

No lance seguinte foi a vez de a seleção ameaçar. Daniel Alves cruzou da direita, Neymar cabeceou, e, no rebote do goleiro, a bola aparentemente tocou na mão do atacante, que levou cartão amarelo, o segundo dele na competição, o deixando de fora do jogo de domingo contra a Venezuela.

No segundo tempo, Dunga colocou o meia Philippe Coutinho no lugar de Fred, mas o time brasileiro continuava com dificuldades em trocar passes e criar jogadas. Uma boa oportunidade saiu em um erro defensivo da Colômbia após pressão de Elias perto dos 15 minutos. A bola sobrou para Firmino, que, sem goleiro, chutou por cima.

As entradas de Douglas Costa e Diego Tardelli não mudaram o panorama da partida, e o Brasil esteve longe de conseguir uma reação. Após o apito final, Neymar se envolveu numa confusão com os colombiano Murillo e Bacca e recebeu cartão vermelho, que o deixará de fora das quartas de final caso o Brasil avance na competição. Bacca também foi expulso.

Por Tatiana Ramil, em São Paulo

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below