20 de Junho de 2015 / às 21:00 / 2 anos atrás

Hamilton é pole na Áustria e completa um ano de soberania da Mercedes

SPIELBERG, Áustria (Reuters) - Lewis Hamilton conquistou a pole position para o Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 após um treino classificatório "molhado" que teve tanto o atual campeão da categoria como seu companheiro de Mercedes Nico Rosberg derrapando em suas voltas finais. 

Foi a sétima pole position de Hamilton em oito corridas --o mesmo que ele havia conquistado em toda a última temporada -- e a 45ª de sua carreira, colocando o inglês em terceiro, empatado com Sebastian Vettel, na lista de pilotos com o maior número de poles. Agora, Hamilton só está atrás de Michael Schumacher e Ayrton Senna.

O resultado do treino também marcou um ano de dominação da Mercedes, já que a pole do brasileiro Felipe Massa com a Williams em junho de 2014 foi a última vez que um piloto de fora da Mercedes largou na primeira posição.

"Foi um treino qualificatório bastante difícil para todo mundo devido às condições da pista", disse Hamilton, que rodou na primeira curva ao fazer sua última volta no treino. A pista estava molhada devido à chuva da manhã.

"Eu estava forçando um pouco na última volta e aí os pneus traseiros simplesmente travaram", acrescentou o britânico, que está 17 pontos à frente de Rosberg com quatro corridas vencidas, contra duas do alemão.

Rosberg, que estava dois décimos mais devagar que Hamilton a caminho de sua volta final, também pôs o pé no acelerador e, quando parecia que faria uma volta mais rápida que seu companheiro de escuderia, também acabou derrapando na lâmina de água e foi parar fora da pista. 

"Fui parar na grama na última curva. Talvez estivesse um pouco molhado ou não sei o que houve, só sei que me excedi um pouco, não estou certo. Eu perdi a direção indo para a última curva", disse o alemão. 

"Eu sabia que teria que dar tudo de mim ali."

Vettel, da Ferrari, largará me terceiro, com Massa em quarto com a Williams, e o vencedor das 24 Horas de Le Mans Nico Hulkenberg em quinto com a Force India.

Na competição dos motores, os carros com motor Mercedes ocupam cinco das seis primeiras colocações do grid. 

"Geralmente os carros com motor Mercedes podem melhorar sua performance. Até mesmo a Williams melhorou muito em relação aos treinos livres", disse o tetracampeão Vettel. 

Em um circuito impressionante de propridade da gigante fabricante de energéticos Red Bull, o novato holandês de 17 anos Max Verstappen deu alguma alegria aos donos da casa com um sétimo lugar no grid com sua Toro Rosso, escuderia-irmã da Red Bull. 

Os dois pilotos da Red Bull, Daniel Ricciardo e Daniil Kvyat, têm de cumprir punição de 10 lugares no grid por trocas indevidas no motor, e largarão em 18º e 15º respectivamente.

Kimi Raikkon com sua Ferrari não conseguiu concluir a primeira fase do treino qualificatório e era apenas o 18º antes das punições --agora o finlandês largará em 14º.

"Como isso é possível?", questionou o finlandês. 

Um fator inusitado agitou a sessão classificatória. Fernando Alonso e Jenson Button tomaram punição de 25 posições em um grid de apenas 20 carros, em função de alterações nas unidades motrizes dos carros de ambos os pilotos da McLaren. 

Alonso se classificou em 15º e largará em 19º, ao passo que Button caiu de 19º para último. Eles também terão que cumprir punições nos boxes neste domingo, em mais um constrangimento para o novo presidente da Honda, Takahiro Hachigo, que acompanhará a prova.

por Alan Baldwin

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below