June 21, 2015 / 2:35 PM / 2 years ago

Rosberg vence Hamilton no Grande Prêmio da Áustria; Massa é terceiro

3 Min, DE LEITURA

SPIELBERG, Áustria (Reuters) - Nico Rosberg venceu o Grande Prêmio da Áustria de Fórmula 1 neste domingo pelo segundo ano consecutivo, tendo seu companheiro de equipe na Mercedes, Lewis Hamilton, na segunda posição, após ter sido ultrapassado logo no início da corrida.

A liderança de Hamilton no campeonato foi reduzida em dez pontos, com oito corridas disputadas, depois de o piloto britânico não ter conseguido uma boa arrancada ao largar na pole position e ser ultrapassado pelo colega alemão ainda na primeira curva.

O brasileiro Felipe Massa terminou em uma distante terceira colocação com sua Williams movida a motor Mercedes, após ter resistido às investidas de Sebastian Vettel, da Ferrari, que perdeu preciosos segundos em sua única parada nos boxes por causa de um problema na roda traseira direita.

"Eu consegui me manter na linha e não cometer nenhum erro, usando um pouco de minha experiência", disse Massa, que largou na pole position no ano passado, ao subir no pódio pela 40a vez na carreira.

Foi a terceira vitória de Rosberg na temporada, o que o deixou com 159 pontos. Hamilton soma quatro vitórias e 169 pontos.

Questionado por jornalistas porque não mantinha o mesmo desempenho visto neste domingo em todas as corridas, Rosberg respondeu sorrindo: “Vou tentar daqui em diante”.

“É uma sensação incrível, é claro, vencer aqui. O início fez a corrida”, disse ele aos jornalistas. “Realmente deu tudo certo hoje”, afirmou o alemão, que completa 30 anos no próximo fim de semana.

Qualquer esperança de uma disputa no final acabou dissipada quando Hamilton, que cruzou a linha de chegada 3,8 segundos atrás de Rosberg, recebeu uma punição de cinco segundos por ter cruzado a linha branca ao deixar os boxes na 35o volta.

Mas o bicampeão mundial reconheceu que mesmo sem a punição ele estava longe de alcançar o alemão.

“Nico fez um grande trabalho hoje. Ele foi mais rápido durante a corrida, tive um início ruim, que me fez perder terreno”, disse Hamilton durante entrevista conduzida no pódio pelo ex-piloto de F1 Gerhard Berger. “Eu pressionei o máximo que pude.”

Um pequeno consolo para Hamilton foi o fato de ter liderado a corrida por três voltas devido a uma parada de Rosberg, o que o fez atingir marca de 17 corridas lideradas em sequência, igualando o recorde de 45 anos do tricampeão Jackie Stweart.

Logo na segunda curva da corrida, Kimi Raikkonen, da Ferrari, e Fernando Alonso, da McLaren, colidiram e bateram nas proteções laterais, forçando a entrada do safety car por cinco voltas.

A McLaren de Alonso acabou ficando por cima da Ferrari de Raikkonen, mas felizmente nem a cabeça ou as mãos do piloto finlandês foram atingidas.

Após investigar o acidente após a corrida, os fiscais decidiram não punir nenhum dos dois pilotos.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below