Dilma nomeia Luiza Trajano nova presidente do Conselho Olímpico no lugar de Meirelles

terça-feira, 23 de junho de 2015 14:16 BRT
 

RIO DE JANEIRO (Reuters) - A diretora-presidente da varejista de móveis e eletrodomésticos Magazine Luiza, Luiza Helena Trajano, foi nomeada nesta terça-feira pela presidente Dilma Rousseff como a nova representante da União no Conselho Público Olímpico, órgão de supervisão dos preparativos para os Jogos de 2016 no Rio de Janeiro.

Até o momento, o cargo era ocupado pelo ex-presidente do Banco Central Henrique Meirelles, que, no entanto, nunca teve papel ativo na organização da Olimpíada.

"Hoje estamos indicando uma pessoa de altíssima qualidade, uma mulher que é uma empreendedora, batalhadora, e sobretudo com uma grande capacidade de eficiência, que é a Luiza Trajano", disse Dilma a repórteres após participar de reunião na capital fluminense sobre os preparativos para os Jogos.

Segundo Dilma, Meirelles pediu para deixar o cargo por questões "relativas à sua atividade". Meirelles atualmente preside o conselho consultivo da J&F Investimentos, holding que controla a JBS.

O Conselho Público Olímpico é a instância máxima da Autoridade Pública Olímpica (APO), órgão responsável por monitorar os preparativos dos Jogos e fiscalizar o andamento e gastos dos projetos voltados para o evento. Além do representante da União, o Conselho é formado por um indicado do Estado (Leonardo da Cunha e Silva Espíndola Dia) e um do município (Maria Silvia Bastos Marques).

A APO tem atualmente como presidente em exercício Marcelo Pedroso, que substituiu em fevereiro o general Fernando Azevedo e Silva, que pediu demissão.

Depois da reunião com autoridades locais para avaliar o andamento dos preparativos dos Jogos, Dilma voltou a afirmar que está confiante no sucesso da preparação do Brasil e que o país mostrará para o mundo que é "capaz de organizar de forma eficiente, capaz e, além de tudo, bonita e bela".

Mais cedo, Dilma participou no Parque Aquático Maria Lenk, dentro do Parque Olímpico da Barra da Tijuca, da apresentação da mascote do Time Brasil para os Jogos Olímpicos de 2016, a onça-pintada Ginga, e afirmou que a participação brasileira na Olimpíada do Rio de Janeiro será uma marca na história esportiva do país.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)

 
Presidente do comitê organizador da Olimpíada de 2016, Carlos Arthur Nuzman (atrás), ajuda a presidente Dilma Rousseff a colocar o agasalho da equipe brasileira durante comemoração do Dia Olímpico, no Rio de Janeiro. 23/06/2015  REUTERS/Sergio Moraes