Escândalo de corrupção na Fifa vai virar filme de Hollywood

sexta-feira, 26 de junho de 2015 21:51 BRT
 

(Reuters) - O ator e diretor Ben Affleck vai ajudar a produzir um longa sobre o escândalo de corrupção que abalou o futebol mundial e a Fifa, disse nesta sexta-feira o autor de livro e repórter norte-americano Ken Bensinger.

Affleck e seu amigo de infância, o ator Matt Damon, estarão entre os produtores do filme, ainda sem título, para o estúdio de Hollywood Warner Bros., afirmou Bensinger à Reuters.

O filme deve se concentrar no papel do norte-americano Chuck Blazer, um ex-dirigente da Fifa. Bensinger disse que o ator John Goodman foi mencionado como uma possível opção para interpretar Blazer, de 70 anos, que tem uma grande barba branca.

Uma porta-voz de Goodman disse que não tinha conhecimento de quaisquer discussões sobre o filme, que foi relatado pela primeira vez nesta sexta-feira pela publicação especializada The Hollywood Reporter.

Blazer, ex-secretário-geral da Concacaf, entidade que controla o futebol da América do Norte, Central e do Caribe, forneceu secretamente aos promotores norte-americanos informações sobre suposto suborno e propinas em conexão com as concessões das Copas do Mundo de 1998 e 2010.

Blazer se declarou culpado em 2013 de 10 acusações criminais, de acordo com um acordo judicial.

(Reportagem de Jill Serjeant e Mark Hosenball)