Conmebol abre processo disciplinar contra Jara; resultado sai antes de semifinais da Copa América

sábado, 27 de junho de 2015 16:16 BRT
 

SANTIAGO (Reuters) - A Conmebol abriu neste sábado um processo disciplinar contra o jogador chileno Gonzalo Jara por sua atitude polêmica contra o atacante uruguaio Edinson Cavani na vitória do Chile pelas quartas-de-final da Copa América.

Cavani foi expulso no segundo tempo do jogo depois de dar bater em Jara. As imagens posteriores da televisão, no entanto, mostraram que o chileno havia colocado o dedo no traseiro do adversário, gerando a reação do atacante uruguaio.

"Neste dia de hoje, a unidade disciplinar da Conmebol iniciou procedimento disciplinar após denúncia da Associação Uruguaia de Futebol contra o jogador Gonzalo Jara. Prevê-se que (...) o Tribunal de Disciplina adote uma decisão a respeito do caso antes da disputa das semifinais", disse a entidade neste sábado em comunicado.

"De acordo com o Código Disciplinar da Fifa, as suspensões por partidas que não se cumprirem integralmente na Copa América 2015 deverão ser cumpridas nas partidas das eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018", destacou o texto.

O Chile jogará na segunda-feira contra o Peru, em Santiago, a primeira semifinal do torneio.

A Conmebol, no entanto, disse que a denúncia da federação chilena a respeito de vários jogadores uruguaios só será examinada depois da final da Copa América.

(Por Mariel Cristaldo)