Virose afetou rendimento do Brasil contra o Paraguai, diz Dunga

domingo, 28 de junho de 2015 09:42 BRT
 

CONCEPCIÓN, Chile (Reuters) - A seleção brasileira sofreu uma forte queda de rendimento na partida de sábado pelas quartas-de-final da Copa América contra o Paraguai por causa de uma virose que afetou grande parte da equipe, afirmou o técnico Dunga após a derrota nos pênaltis.

O tempo regulamentar da partida terminou com empate em 1 x 1 e o Paraguai venceu na cobrança por pênaltis por 4 x 3.

"Não é desculpa nem atenuante, mas tivemos 15 jogadores com virose na semana e nos faltou um pouco de mobilidade na partida", disse Dunga em entrevista à imprensa.

"Teve jogadores com muita dor de cabeça, mal-estar de corpo, uns se sentiram pior que outros...tivemos que reduzir a intensidade dos treinos para recuperá-los. Alguns até vomitaram."

Diante de perguntas sobre se Neymar, suspenso, fez falta, Dunga voltou a defender a equipe e disse que o Brasil não é apenas um jogador.

"O Neymar é importante para a seleção, como é para o Barcelona, mas tenho jogadores de qualidade, embora nos falte um pouco de experiência...Por isso esse torneio tem sido muito importante para nós para nos ambientarmos sobre como se joga a Copa América", disse.

"Quando se vence não tem isso de que faltou esse ou aquele jogador, quando se perde, sim."

Dunga ainda destacou que o Paraguai soube explorar seus pontos fortes.

"O Paraguai jogou como é sua característica. Aproveitou essas condições. Nós fizemos o gol e neutralizamos bem a partida até o momento do penâlti", explicou.