Estádio olímpico de Tóquio tem custo quase duplicado para US$2 bilhões

segunda-feira, 29 de junho de 2015 11:29 BRT
 

Por Elaine Lies

TÓQUIO (Reuters) - O novo Estádio Nacional do Japão, palco central da Olimpíada de Tóquio-2020, custará mais de 2 bilhões de dólares para ser construído, quase o dobro da estimativa original, e será finalizado dois meses depois do esperado, disseram autoridades nesta segunda-feira.

O novo estádio, que irá substituir uma arena construída para os Jogos de 1964 que ja foi demolida, tem sido assolado por problemas, incluindo os custos gigantescos, disputas sobre o financiamento e críticas ao design, visto como grandioso demais para o local escolhido.

O ministro da Educação, Hakubun Shimomura, disse durante encontro com os organizadores dos Jogos de Tóquio-2020 que o Japão continuará com o projeto original feito pela arquiteta Zaha Hadid, sediada na Grã-Bretanha, e que os custos de construção serão de até 2,1 bilhões de dólares.

As obras começarão em outubro deste ano e terminarão em maio de 2019, disse Shimomura, de acordo com o CEO do Comitê Tóquio 2020, Toshiro Muto.

"Uma grande mudança no design neste momento faria com que o estádio não fosse concluído a tempo, e isso foi um grande ponto de venda para a candidatura de Tóquio", disse Shimomura a repórteres após o encontro. "Foi uma promessa internacional", acrescentou.

 
Toshiro Muto, CEO do comitê Tóquio-2020. 08/12/2014 REUTERS/Eric Gaillard