Blatter diz que se defenderá perante comitê de ética da Fifa nas próximas semanas

sábado, 5 de dezembro de 2015 12:14 BRST
 

ZURIQUE (Reuters) - O presidente afastado da Fifa, Joseph Blatter, afirmou em uma entrevista a um jornal publicada no sábado que espera se defender perante o comitê de ética da entidade que comanda o futebol mundial nas próximas semanas.

Blatter foi suspenso em outubro por 90 dias, junto com Michel Platini, em meio a um escândalo de corrupção envolvendo a entidade.

O Comitê de Ética da Fifa está investigando sua conduta

e ele pode enfrentar suspensões muito mais longas quando for dado o veredicto.

"Na semana seguinte à próxima terei a possibilidade de

fazer comentários", disse Blatter ao jornal Tages-Anzeiger, de

Zurique.

Blatter disse ainda que considerou "super" que o pacote de reformas propostas para limpar a imagem da Fifa tenha sido aprovado com tanta facilidade esta semana.

Segundo Blatter, ele deveria receber algum reconhecimento pelas propostas.

"Deveria ser mencionado o autor das reformas", disse Blatter, segundo o jornal. "Foi o presidente eleito da Fifa que iniciou esse processo no congresso de 2011", acrescentou.

(Reportagem de Joshua Franklin)