COI fará auditoria de repasses para organizações esportivas

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015 18:40 BRST
 

LAUSANNE, Suíça (Reuters) - O Comitê Olímpico Internacional (COI) quer assegurar que os bilhões de dólares distribuídos a parceiros para o desenvolvimento do esporte esteja sendo usado de forma apropriada e vai pedir auditoria das suas maiores contribuições, disse o presidente da entidade, Thomas Bach, nesta quinta-feira.

"O que queremos garantir é que o esse dinheiro que está vindo do esporte esteja indo para o esporte, e que as decisões sobre quem se beneficia na ponta dessas contribuições estejam sendo tomadas com respeito às regras da boa governança”, afirmou Bach à imprensa no final de uma reunião do comitê executivo do COI.

O COI, preocupado com os atuais escândalos na entidade que governa o futebol mundial, a Fifa, e na federação internacional de atletismo, quer garantir que os principais pagamentos a federações esportivas internacionais, comitês olímpicos nacionais e organizadores de torneios sejam transparentes.

Bach declarou que a auditoria seria conduzida por uma organização independente e começaria para o ano de 2016 para todas as maiores contribuições feitas pelo COI.

Ele disse que a medida era mais um passo do COI para incentivar a boa governança tanto da organização quanto dos seus parceiros.

As federações internacionais de futebol e de atletismo estão enfrentando investigações de corrupção envolvendo dirigentes, com a crise minando a credibilidade delas.

(Reportagem de Karolos Grohmann)